Rede Social Facebook

Alguns fenômenos que vocês precisam saber

Trovoada Seca

As trovoadas secas ocorrem essencialmente em condições secas, e os relâmpagos são uma importante causa de incêndios.

As trovoadas secas ocorrem, geralmente, em desertos ou locais onde a concentração de vapor de água atmosférico seja baixa. Como o ar seco tende a absorver a água em estado líquido, fazendo com que haja uma transição de fase desta para o estado gasoso, a maior parte da precipitação associada à trovoada é absorvida antes de atingir o solo e forma a chamada virga, ou "chuva fantasma". Este fenômeno é comum durante os meses de verão em grande parte do oeste da América do Norte e outras áreas áridas.

Chuva fantasma (Virga ou chuva invisível): É um tipo de precipitação que cai de uma nuvem mas evapora-se antes de atingir o solo. A virga pode causar variados efeitos climáticos, porque a chuva no estado líquido torna-se gasosa e então passa a remover calor do ar devido ao alto calor de vaporização da água. Em alguns casos, estas bolsas de ar mais frio descem rapidamente, criando uma turbulência que pode ser extremamente perigosa para a aviação.
Virga_caindo_de_uma_nuvem
Virga ou chuva fantasma caindo de uma nuvem
Origem da imagem: Wikipédia


Relampago_chuva_tempestade
Relâmpago, chuva, tempestade
Crédito da imagem


Chuva de Tempestade (Cumulonimbus)

Os cúmulo-nimbos podem ocorrer em conjunto, neste caso, formando uma tempestade multicelula. Estas são caracterizadas por um conjunto de células correspondentes às correntes de convecção e possuem um período curto de duração. Quando associados a frentes, os cúmulo-nimbos podem ocasionar eventos severos, como intensa precipitação e ventos de grande velocidade. Contudo, o extremo desenvolvimento de um cúmulo-nimbo sob condições especiais dá origem a uma super célula, associada a eventos extremos como fortes chuvas, muito granizo e a ocorrência de tornados. Apresenta-se sob a forma de uma gigantesca nuvem, com um formato de bigorna superior proeminente e, acima desta, um domo formado pelos fortes ventos ascendentes.
Nuvem_cumulonimbus
Nuvem cumulonimbus

Nuvens_Altocumulus_Leticular
Nuvens Altocumulus Leticular

Círculos nas plantações


Estas marcas em plantações normalmente são complexas e nem sempre apresentam forma circular. Apesar de muitos estudiosos alegarem causas naturais misteriosas ou origem alienígena como explicação para o fenômeno, o consenso científico é de que quase todos os casos são feitos pelo homem, com poucas exceções possivelmente formadas por fenômenos naturais ou meteorológicos.

Foi sugerido que os círculos nas plantações poderiam ser o resultado de fenômenos meteorológicos extraordinários que variam de enormes tornados à raios globulares, mas não há nenhuma evidência de que todos os círculos nas plantações são criados por algumas destas causas.
Estima-se que cerca de 10 mil círculos em plantações têm sido relatados em vários países, como em regiões da antiga União Soviética, Reino Unido, Japão, Estados Unidos e Canadá.
Os defensores da origem não-humano dos círculos dizem que as provas de envolvimento humano são tentativas de desacreditar os fenômenos. Alguns chegam a argumentar que há uma teoria da conspiração, com os governos plantando evidência de boato para confundir as origens dos círculos.
Circulo_em_plantacao_naSuica
Círculo em plantação na Suíça


Círculo em plantações de muitos países



Chuva de animais



Mais recentemente, surgiu uma explicação científica do fenômeno, que envolve trombas marinhas. Os ventos que se acumulam são capazes de capturar objetos e animais, graças a uma combinação de depressão na tromba, e da força exercida pelos ventos dirigidos no seu sentido.
Em consequência, estas trombas, ou mesmo tornados, poderão transportar animais a alturas relativamente grandes, percorrendo grandes distâncias. Os ventos são capazes de recolher animais presentes numa área relativamente extensa, e deixam-nos cair, em massa e de maneira concentrada, sobre pontos localizados..
Mais especificamente, alguns tornados e trombas poderiam secar completamente um pequeno lago, para deixar cair mais longe a água e a fauna contida nesta, na forma de chuva de animais.
Relatos de alguns lugares onde ocorreram chuvas de animais e peixes;

-> Em 1578 choveram grandes ratos amarelos sobre a cidade norueguesa de Bergen;
-> Segundo relato uma chuva de sapos caiu na aldeia inglesa de Acle em Norfolk;

-> Na cidade de Essex na Inglaterra aconteceu uma chuva de peixes como salmões, arenques e pescadas.
-> Na cidade de Lajamanu no Norte da Austrália em 2010 choveram pequenos peixes muitos ainda vivos.
Estes foram alguns acontecimentos sobre chuva de animais que foi narrado em algumas cidades.

Chuva de peixes em Singapura (fevereiro de 1861), como foi descrita pelos habitantes locais.

Crédito da imagem


Comentários

Pinterest

back to top

Postagens mais visitadas deste blog

Nosso planeta estar morrendo aos poucos

Alguns dos fenômenos mais impressionantes do mundo

Caldeira Vulcânica Yellowstone

Furacões mais perigosos em 2017